Sony cria equipe de preservação de jogos para games antigos do PlayStation

26130003054184

Muitas vezes criticada por não oferecer acesso fácil a jogos de seu catálogo antigo, a Sony criou recentemente uma nova divisão dedicada à preservação da história do PlayStation. A existência da iniciativa foi confirmada por Garrett Fredley, Engenheiro de Construção Sênior, em uma publicação feita em sua conta no LinkedIn.

Nela, Fredley afirma que estava iniciando seu primeiro dia de trabalho em um novo time de preservação dedicado ao PlayStation. “A preservação de games foi minha primeira paixão de carreira. Foi minha primeira empreitada no mundo da engenharia de software/operações de desenvolvimento, para dentro de um mundo que muitos não sabem existir”, escreveu o profissional.

Em sua publicação, Fredley também agradeceu a Mike Bishop — gerente global de testes de qualidade do PlayStation Studios — pela oportunidade de trabalhar na nova divisão. Até o momento a Sony não esclareceu qual será o escopo da iniciativa, mas, ao menos inicialmente, parece que ela terá grandes contribuições para a nova versão da PlayStation Plus.

Nova PS Plus traz seleção de jogos clássicos

Com lançamento previsto para o dia 13 de junho nas Américas, a nova versão da PlayStation Plus promete dar aos donos do PlayStation 5 a chance de jogar games clássicos do PS1, PS2, PSP e PS3 (este último somente por streaming, no momento). Embora não tenha divulgado detalhes sobre o catálogo disponível, a Sony já garantiu que ele poderá ser acessado via download e jogado mesmo quando os assinantes estiverem offline.

Nesse contexto, o novo time de preservação da companhia deve agir como uma forma de assegurar que os títulos disponíveis estão rodando bem no console mais recente. Enquanto no passado a empresa japonesa chegou a oferecer games do PS1 para PlayStation 3, PSP e Vita (através do selo PS Classics), não está claro se as alternativas de emulação usadas na época serão as mesmas da nova versão da PS Plus.

Sony_equipe_preservacao_jogos_antigos_PlayStation_-_01

O maior desafio para a empresa nesse sentido deve continuar sendo o PlayStation 3: baseado na arquitetura Cell, o console é considerado de difícil emulação — mesmo que a comunidade independente tenha dado grandes saltos nesse sentido. Enquanto o acesso ao catálogo do console via streaming é funcional, ele se mostra inacessível para muitos donos do PlayStation, que poderiam se beneficiar muito de opções de emulação nativas presentes no PS5.

outras fontes

Depois de semanas, meses, anos de discussão sobre o assunto, o PlayStation parece finalmente ter criado uma nova divisão interna totalmente focada em preservar jogos antigos. A empresa vinha constantemente sendo pressionada, principalmente nas redes sociais, para oferecer maior suporte e facilidade para os jogadores terem acesso a games lançados anos atrás para outras plataformas da fabricante.

Agora, um novo funcionário da divisão da games da Sony pode ter confirmado a informação em uma publicação em rede social. Tendo anteriormente trabalhado na Kabam como engenheiro de construção mobile, Garret Fredley foi ao Twitter comemorar seu novo emprego — potencialmente revelando uma informação bastante importante sobre o futuro da preservação de jogos no PS5

“Hoje é meu primeiro dia como engenheiro de construção sênior no PlayStation, trabalhando como uma das primeiras contratações no recém criado time de Preservação”, disse Fredley na rede social.

“Preservação de games foi minha primeira paixão de carreira, então estou animado de poder voltar a estas raízes”, concluiu na postagem. Ainda não está claro, porém, qual vai ser o papel deste novo time, seu tamanho e nem qual será a sua dinâmica em relação ao atual ecossistema do PlayStation.

Desde o anúncio do fechamento das lojas digitais do PS3, do PSP e do PS Vita — que no final das contas resultou no encerramento das transações na store do PSP —, fãs já vinham cobrando um posicionamento da empresa em relação à preservação de seus títulos.

Mais recentemente, com o anúncio de que os games de PS3 disponibilizados no novo modelo da PS Plus estariam disponíveis somente via nuvem, a discussão foi reacendida e talvez este novo time seja o começo da resposta da Sony aos pedidos dos fãs.