comesse aprender investir desde menor de idade


Nos anos 90 a caderneta de poupança era um recurso rentável para os pais que desejavam fazer um investimento para seus filhos. Era possível depositar uma pequena quantia e esta rendia valores consideráveis, o que não acontece nos dias de hoje. Então como investir no futuro dos filhos de modo que este valor tenha bons retornos? Pensando nisso, escrevemos este artigo para tirar as principais duvidas sobre investimentos para menores de idade.


Como fazer um investimento sendo menor de idade

Certamente, se preocupar com o futuro é um excelente pensamento e aprender a lidar com o dinheiro é fundamental desde a infância. A educação financeira ajuda os pequenos a lidarem com as adversidades dia a dia, portanto, ensine-os desde cedo.


Primeiramente, ensine-os a lidar com o dinheiro para se tornarem adultos conscientes  quanto aos hábitos de consumo e a saberem a lidar com o dinheiro.


Assim sendo, o pensamento em realizar um investimento será algo mais descomplicado.


Primeiros passos do investimento:


Ao verificar a oportunidade e a iniciativa do seu filho em investir dinheiro no se futuro, estimule-o a trabalhar para tal. A maior parte dos adolescentes iniciam a vida financeira através de pequenas vendas, portanto apoie-o.


Estimulo:

Apoie seu filho a continuar neste caminho ao ponto de adquirir um valor suficiente para realizar o investimento. Outra oportunidade para adolescente maiores de 16 anos é o menor aprendiz, em que poderá investir um valor no qual ele mesmo trabalhou para conquistar.


Abrir uma conta:

Posteriormente, abra uma conta em uma corretora de investimentos, especialmente se não possuir experiências no mercado financeiro, assim, suas chances de sucesso são ampliadas.


A abertura da conta dependerá de um  responsável que será o tutor legal perante a lei. A conta de investimento dependerá de seus tutores por serem menores de idade, porem, a escolha e a liberdade de investir dependerá do menor.


Não restrinja como deverá aplicar seu dinheiro pois cada experiência é valida e auxilia no seu crescimento pessoal.


Criança InvestindoDocumentação:


Assim como as demais contas, a conta investimento depende de alguns documentos. É um processo bastante simples.


Antes de mais nada, a conta só poderá ser aberta em nome do menor caso este possua CPF. Além disso, será preciso documentos como carteira de identidade e um valor para iniciar o investimento.


Lembrando que a documentação deve ser do menor e de um responsável legal. Caso abra a conta através de sites ou aplicativos é preciso mandar fotos em posse dos documentos a fim de evitar fraudes.


Escolha do investimento:

Após a abertura da conta, o menor terá a sua disposição diversos modelos de investimentos. A escolha deve ser pautada no perfil de investidor do menor. O menor poderá aplicar em Tesouro Direto, Renda Fixa e até mesmo em Ações por exemplo. Apenas no Mercado Futuro que não será possível aplicar pois estes são apenas para maiores de idade. Isso se dá pelo risco elevado desta modalidade de investimento. Direcione o dinheiro para o investimento escolhido e pronto.


Vale ressaltar que, após feita a aplicação, deve-se acompanha-lo para verificar como estão os rendimentos. Observe também os prazos de cada aplicação.



O mercado possui diversas agencias de investimentos, verifique as que mais te interessa. Algumas dessas agencias não cobram algumas taxas porem ao realizar aplicação em Ações, existe incidência de IR, portanto fique atento.


Em conclusão, os investimentos são a melhor forma de fazer o dinheiro render pois a muito que a poupança não é mais uma opção de investimento, sendo considerada apenas um fundo de emergência. As aplicações podem ser feitas com valores a partir de R$100,00.  Confira a lista dos investimentos e bons rendimentos!


Gostou deste artigo? Entre em contato com o Finança Certa e deixe sua opinião.



GOSTARIA DE GANHAR DINHEIRO TODOS OS DIAS SEM SAIR DE CASA?